Procurador-geral arquiva investigação contra Márcio França

O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio, determinou o arquivamento de inquérito em que Márcio França era investigado por fraude em licitações e superfaturamento de contratos na Codesp, informa a Folha.

A assessoria de imprensa do Ministério Público estadual diz que “não há indícios da participação do governador Márcio França nos fatos analisados.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 17 comentários
  1. Nunca “há indícios”, né? Antigamente eles desqualificavam as provas. A desculpa ficou manjada, agora eles fingem que não veem o envolvimento do caboclo e fim de papo!

  2. De fato, o procurador-geral de SP ultrapassou os 2 anos previstos para seu mandato. Parece que a finalidade principal de sua função seja proteger governantes da aplicação das leis… Que vergonha!

    1. não é só isso, o reporter, que na verdade é um estagiário retardado, reproduz o que o sujeito fala, sem questionar. Não questiona porque é banana, frouxo e na maioria dos casos ignorante e não conhece o passado do entrevistado, nem história.

  3. Márcio Cuba numa semana queria destruir a Polícia Civil de SP e na semana seguinte condecorou a PM que matou o bandido(merecidamente).
    O cara é 10x mais esperto que o Picolé de Chuchu e o Doria juntos. Será eleito no primeiro turno. E vai estourar as contas de SP, já que socialista só sabe fazer isso é criar impostos.