ACESSE

Procurador-geral do Paraná pede suspeição de Gilmar

Telegram

Em recurso contra o habeas corpus de Beto Richa, Ivonei Sfoggia, procurador-geral de Justiça do Paraná, pediu a suspeição de Gilmar Mendes ao STF, registra o Estadão.

Ivonei pede o restabelecimento da ordem de prisão de Richa no âmbito da Operação Radio Patrulha e argumenta que o ministro do Supremo fez “juízo antecipado” do caso ao apontar, em entrevistas, suposto “abuso” no pedido de prisão do tucano.

“Chegou a colocar sob suspeita a atividade de investigação dos Gaecos do país em relação a candidatos a cargos eletivos no atual processo eleitoral, inclusive o do Ministério Público do Paraná, ao lançar suspeita generalizante”, sustenta o chefe do Ministério Público do Paraná.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários