Procurador vai investigar retirada de portal com dados da pandemia

Procurador vai investigar retirada de portal com dados da pandemia
Pixabay

O procurador regional da República Wellington Saraiva anunciou no Twitter que vai pedir uma investigação sobre a retirada do ar do portal do Ministério da Saúde com informações sobre a Covid-19 no país.

O site está fora do ar desde ontem, quando Jair Bolsonaro anunciou mudanças no modelo de divulgação dos números sobre a pandemia.

“Isso é grave, ilícito e inaceitável. O MS não pode sonegar informações do povo, pesquisadores, gestores e profissionais. Pedirei investigação”, disse Saraiva, que está lotado na Procuradoria de Pernambuco.

“Somente se pode admitir a saída do portal se tiver sido por manutenção, ataque ou problema técnico. Se saiu por decisão de alguém, isso fere a Lei de Acesso a Informação #LAI, no mínimo. É preciso apurar as responsabilidades.”

Leia também: Lições da gripe espanhola de 1918 para hoje a pandemia de hoje
Mais lidas
  1. Huck 2026?

  2. Urgente: MP aponta desvio de vacinas em Manaus e pede prisão do prefeito; desembargador declina

  3. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  4. Bolsonaro ataca imprensa ao tentar explicar leite condensado

  5. Pandemia 'pode ter sido fabricada', diz Bolsonaro

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 92 comentários
TOPO