Procuradores emitem nota defendendo lista tríplice para escolha do PGR

Procuradores do MPF emitem nota destacando a importância de a escolha pelo procurador-geral da República ser feita a partir da listra tríplice elaborada pela ANPR.

O texto foi publicado em um período de incertezas no MPF, com o surgimento de boatos de que Raquel Dodge se mantenha no cargo sem integrar a lista.

“A lista tríplice se consagrou como um mandamento nos Ministérios Públicos dos Estados e como um costume constitucional no âmbito federal. Só a lista tríplice garante a legitimidade interna essencial para que o procurador-geral possa liderar, com plena capacidade, os procuradores na direção do cumprimento dos fins da Instituição, inclusive em sua atividade anticorrupção.”

Comentários

  • Arlindo -

    Promotor precisa de líder para fazer seu trabalho? Não é obrigação não? Só uma pergunta

  • Marcelo -

    Costume é meu pau! A CF 88 regula prerrogativa do Presidente em escolher o PGR independente de lista qualquer.

  • Noely -

    Que seja um escolhido que não faça parte de panelinha,s seja competente e durão.

Ler 77 comentários