Procuradoria denuncia prefeito tucano de São Caetano

A Procuradoria Regional Eleitoral de SP denunciou (acusou formalmente) o prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Jr., e o vice Roberto Vidoski, do PSDB, por caixa dois e organização criminosa, informa a Folha.

Segundo a investigação, os candidatos vitoriosos arrecadaram 54% da receita da campanha por meio de doações dissimuladas. A suspeita é que os tucanos tenham disfarçado a origem de recursos atribuindo-a a laranjas.

Outras sete pessoas foram denunciadas. Até as 14h30, a prefeitura de São Caetano não se manifestou sobre o caso.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Mas não eram só os “petralhas” que roubavam?
    Os eleitores do Boçalnaro (que antes votavam no PSDB do Aécio) estavam enganados. Tem ladrão em todos os partidos.

Ler mais 2 comentários
  1. Mas não eram só os “petralhas” que roubavam?
    Os eleitores do Boçalnaro (que antes votavam no PSDB do Aécio) estavam enganados. Tem ladrão em todos os partidos.

  2. Dois perfeitos idiotas. Usar a própria gráfica do vice (GDA) para emitir NFs de Serviços não realizados e/ou superfaturados, é o cúmulo da cara de pau.