Procuradoria Eleitoral insiste para que investigação de Jaques Wagner seja aberta

Em parecer assinado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, e encaminhado ao TSE, o Ministério Público Eleitoral pretende garantir a abertura de procedimento para a apuração de supostos crimes eleitorais cometidos por Jaques Wagner, ex-governador da Bahia e hoje senador pelo PT. A informação é do Estadão.

A manifestação da Procuradoria Eleitoral sustenta que não há necessidade de autorização judicial para a instauração de inquérito policial em casos que não envolvem autoridades com foro por prerrogativa de função.

As irregularidades teriam sido praticadas durante as campanhas eleitorais de Wagner em 2006 e 2010 — ambas para o governo baiano.

Bolsonaristas x petistas: novo embate pode acontecer no maior palco eleitoral do país. SAIBA TUDO

A investigação é resultado de colaborações premiadas homologadas pelo STF no âmbito da Operação Lava Jato. Segundo os delatores, as duas campanhas do petista teriam sido favorecidas por doações da Odebrecht, inclusive por meio de caixa 2.

Comentários

  • FRANCISCO -

    Ora, jaque vai enganar, contem outra...

  • Jazon -

    Todo mundo já sabia. Menos o judiciário.

  • mara -

    Com o Judiciário aparelhado não acredito que abram investigação desse Canalha petista . Muito bandido nesse país, principalmente parlamentares, é mesmo uma vergonha !!!

Ler 8 comentários