ACESSE

Procuradoria eleitoral pede cassação de Doria

Telegram

A Procuradoria Regional Eleitoral em SP ingressou com uma ação na qual pede, entre outras medidas, cassação do diploma e inelegibilidade do governador eleito, o tucano João Doria, informa o Estadão.

Doria é acusado de uso eleitoral de verbas publicitárias da prefeitura de São Paulo, que comandou até o início de abril deste ano.

Segundo a ação, assinada pelos procuradores Luiz Carlos dos Santos Gonçalves e Pedro Barbosa Neto, o tucano aumentou em 79% a média de gastos em publicidade antes de deixar a prefeitura e usou a propaganda oficial para promover sua candidatura.

A assessoria de Doria divulgou uma nota em que diz que a ação “não apontou a prática de um único ato do Poder Público que tenha promovido a pessoa do governador eleito e tampouco a existência de gastos de recursos públicos em benefício de sua candidatura”.

O tucano disse ainda ter “convicção” de que o TRE-SP reconhecerá a improcedência da ação.

Este é o assunto desta semana. E da próxima semana. Mas você precisa saber de todos detalhes AGORA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 50 comentários