Procuradoria pede nova prisão de Paulo Preto

Telegram

A Procuradoria da República em São Paulo voltou a pedir a prisão de Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, ex-diretor da Dersa apontado como operador do PSDB, relata Fausto Macedo.

Paulo Preto foi solto na sexta-feira, por decisão de Gilmar Mendes, que também concedeu habeas corpus para que ficasse suspenso o depoimento do ex-diretor da Dersa previsto para hoje.

Para a procuradora Adriana Scordamaglia, “o acusado Paulo Vieira de Souza demonstrou total desrespeito à Justiça de primeira instância e a todos os demais corréus que compareceram ao ato”.

As reais intenções de Dilma e Cuba com o programa Mais Médicos. SAIBA MAIS AQUI

“Não há justificativa para a sua ausência, sobretudo a desnecessidade da mesma em virtude de um HC que lhe concedeu a liberdade, não o dispensou de comparecimento aos demais atos processuais”, acrescentou a procuradora.

Comentários

  • Brasil -

    Há que se investigar pt, psdb, pmdb, e afins.

  • Fernando -

    Cadeia nesse assaltante.

  • Oh -

    A lei vale para TODOS, nao compareceu? Qual é a penalidade? A única coisa é que Gilmar Mendes soltou o amigo e compadre Barata 3 vezes...Paulo Preto tem direito a mais 2 solturas!

Ler 31 comentários