Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Professora recebe intimação policial após queixa de estudante sobre conteúdo 'esquerdista'

Governo da Bahia diz que "prestará toda a assistência jurídica" à professora
Professora recebe intimação policial após queixa de estudante sobre conteúdo esquerdista
Foto: Secretaria de Cultura da Bahia

Uma professora de filosofia do colégio estadual Thales de Azevedo, em Salvador, recebeu uma intimação para comparecer à Delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente depois de uma estudante apresentar queixa sobre o conteúdo apresentado em sala de aula. A reportagem foi publicada pela Folha nesta sexta (19).

Em nota, a seção baiana da Associação dos Professores Licenciados do Brasil (APLB) afirmou: “Infelizmente, as alegações de que os conteúdos curriculares das ciências humanas são de cunho ‘esquerdista’ e os conteúdos de linguagens são de ‘doutrinação feminista’ têm provocado o enviesamento dos conhecimentos historicamente construídos e dos fenômenos sociais, em silenciamento dos docentes”.

O governo da Bahia também se pronunciou. O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, se reuniu com a professora e a equipe da escola na manhã de ontem. A secretaria “acionou imediatamente a Procuradoria Geral do Estado (PGE), que prestará toda a assistência jurídica à professora e a acompanhará na oitiva”, segundo nota.

O texto também afirma que “[o]s conteúdos ministrados pela professora em sala de aula estão em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o Referencial Curricular do Estado e são acompanhados pela Coordenação Pedagógica da escola”.

Ontem, um grupo de estudantes do colégio realizou uma manifestação em favor da professora.

A Polícia Civil baiana informou que as pessoas envolvidas no caso estão sendo ouvidas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....