Projeto tenta cortar benefícios de Dilma e Collor

Na Câmara, um projeto de lei do tucano Eduardo Cury tenta acabar com benefícios concedidos a ex-presidentes que tenham sido cassados por crime comum ou de responsabilidade, informa Lauro Jardim.

O projeto altera a lei 7.474, que trata dos benefícios de ex-presidentes brasileiros. Na justificativa, Cury deixa claro que sua motivação é o aparato –pago com nosso dinheiro– à disposição de Dilma Rousseff e Fernando Collor.

“Foram amplamente divulgados (…) os casos em que ex-presidentes que sofreram impeachment por crimes de responsabilidade cometidos durante o exercício de seus mandatos passaram a usufruir dos referidos benefícios (…), como a disponibilização de carros oficiais, seguranças e assessores pagos pelos cofres públicos.”

Esse projeto precisa ser atualizado para incluir ex-presidentes condenados por crime comum.

 

Comentários

  • Aldo -

    Que indecência!

  • LILI -

    QUERIA VER A DONA DA MÃEDIOCA TRABALHANDO DURO.

  • Fausta -

    É mesmo um absurdo que tenhamos que sustentar ex-presidentes que foram expulsos do cargo por comportamento comprovadamente desonesto! Só por aqui se vê semelhante abuso!

Ler 71 comentários