A promessa de Alckmin que garantiu o apoio de Paulinho da Força

Paulinho da Força, presidente do Solidariedade, contou a O Antagonista que quando o chamado Centrão começou a se movimentar para apoiar Geraldo Alckmin, ele não quis se juntar ao grupo.

“Eu tinha ficado de fora. Nem participei das primeiras conversas.”

Paulinho sabia que o PSDB seria contra um eventual retorno do imposto sindical obrigatório, sepultado pela reforma trabalhista.

Ele disse, porém, que acabou sendo convencido por líderes dos outros partidos de que era possível chegar a “um meio termo”.

Segundo o próprio Paulinho, o presidente do DEM, ACM Neto, fez a ponte com Alckmin para tratar desse assunto.

“O Alckmin topou uma solução mediana”, afirmou.

A tal “solução mediana” seria a possibilidade de, durante as datas-base, os sindicalistas se reunirem em assembleia — com a presença de 20% dos integrantes da categoria — e aprovar uma contribuição que teria de ser obrigatoriamente paga por todos os profissionais que fossem alcançados pelo acordo fechado com os empregadores.

Paulinho acrescentou que somente após a garantia dessa “livre negociação
nas datas-base”, optou por aderir ao Centrão no apoio ao tucano.

“Essa é a minha luta, é a minha área de atuação. Eu tenho que defender a minha turma, né?”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 93 comentários
  1. Geraldo Alckmin já posicionou contra o imposto sindical obrigatório, mas ele se comprometeu a buscar alternativas para os sindicatos se financiarem. #AlckminPresidente o melhor para o Brasil!

  2. Geraldo falou sobre buscar formas alternativas de financiamento para os sindicatos, e não em voltar a obrigatoriedade do imposto sindical. Alckmin entende sobre o que fala, é muito coerente e vem demonstrando que é o mais preparado para o Brasil.

  3. Geraldo Alckmin sempre tomou boas decisões ao longo da sua vida pública. É um homem de palavra, se ele disse que não vai voltar a obrigatoriedade do imposto sindical, é porque não vai. O sindicato precisa buscar novas formas de financiamento. Não a volta do imposto.

    1. Geraldo Alckmin é o meu candidato, privatizar e extinguir certas estatais… o estado não é empresário! #GeraldoPresidente #mudarpramelhor

  4. Que papo é esse em que somente 20% da categoria decide o que a maioria tem que fazer???? E principalmente, pagar. Não, de jeito nenhum!!!! A Força Sindical deveria é tratar de trabalhar para prover o próprio sustento.
    Meter a mão grande no bolso do trabalhador, nem a pau!!!!

  5. Não. Eu não sou obrigado a pagar porra nenhuma. A decisão tem que ser minha. Eu tenho que colocar lá na minha empresa: eu desejo contribuir com o imposto sindical. Simples. Por que 20%? Nem maioria é!!!!!!! Quando vão entender que não permito colocar a mão no meu bolso! Não tem meu voto.

  6. Como a pelegada vagabunda que não trabalha e vive de explorar quem trabalha bate nesses 20%, uma assembleia só com esses vagabundos já viabilizaria esse projeto canalha.

  7. Mediana o caralho, esse filho da puta quer sugar o dinheiro do trabalhador, a decisão tem que ser individual. O Chuchu ta vendendo a alma pra ter tempo na TV, vou lembrar dessa maracutaia pra espalhar aos conhecidos a vigarice do Centrão da corrupção.

  8. O imposto sindical obrigatório vai na direção da republica sindicalista-comunista que pretendem implantar no Brasil com ajuda dos bananas do PSDB. O governador está fazendo acordos até com Satanás para ganhar. Todo cuidado é pouco. Os velhacos precisam dos otários para sobreviver.

    1. Não descartou. Disse que buscará uma solução mediana, que é essa da assembléia sindical se sobrepor a vontade individual.

    1. ALKIMINADA não vale o que come, é sócio e parceiro da fina flor da bandidagem brasileira.
      Corrupto tal e qual seus sócios, incompetente, cínico e mentiroso, resumindo lata de lixo.

  9. IMPOSTO SINDICAL A VISTA, TRAVESTIDO DE OUTRO NOME!
    VÃO SE FERRAR, SEUS CHUPINHAS APANIGUADOS!
    NINGUÉM AGUENTA SUSTENTAR ESTA MÁQUINA MALIGNA DOS 16000 SINDICATOS ….

  10. O sorvete de chuchu está vendendo a alma ao demônio juntando-se com o que há de pior na política. Sindicalismo é um câncer social. Sindicalista não vale o que defeca.

  11. vergonhoso esse conluio de ladrões!!! mas vamos acreditar que o eleitor enxergue um dedo a frente do nariz e não vote no ALCKMIN ( ?? ). TIPO A MÁXIMA DO GARRINCHA: JÁ COMBINARAM COM OS RUSSOS ? NO CASO , JÁ COMBINARAM COM O ELEITOR?

  12. Alkmin garante o apoio dos sindicalistas ,está a favor da contribuição obrigatória e contra a opção do empregado de não pagar.
    Ciro vai colocar os juízes, o ministério público de volta na caixinha ,”restaurar ” o poder político e tirar Lula da cadeia.
    O caixão é o que sobra ao Brasil.

  13. Alkimim perdeu comigo mais um eleitor. Vou com o Partido Novo. Parece ser mais sério. Sindicato não pode ser dono do trabalho e cobrar imposto nosso. Seja de que modo for. Tem que ser só SSIndicato e não partido político. Acabou, Alkimim!

  14. Essa interferência estatal nos sindicatos não vai rolar, por dois motivos: 1)a Constituição Federal não permite tal interferência e 2) não obriga ninguém a se filiar a sindicato. Portanto, a única forma de financiamento de sindicato é através da contribuição VOLUNTÁRIA do trabalhador.

  15. O Alkimim acabou de perder um eleitor. Não importa que detalhe de uma nova Lei trabalhista. Sou contra o imposto. Onde já se viu pagar imposto para trabalhar? Sindicato tem que ser Sindicato e não dono do meu trabalho. Alkimim, vc está fora.Vou com o Partido Novo. Parece mais honesto.

  16. Então “20% dos integrantes da categoria ” decidem sobre os 80% restantes?
    .
    ESSE PENSAMENTO É TIPICO DE DITADURAS ESQUERDISTAS
    .
    AS MINORIAS TEM DIFREITO A DECIDIR SOBRE AS MAIORIAS?]
    .
    MAIS DO QUE NUNCA VOTAREI EM BOLSONARO

  17. Pessoal,
    Não tem jeito mesmo…
    O Centrão é a união de partidos, para barrar a Lava Jato, deixar políticos impunes, liberar o lula, continuarem com o petrolao, volta contribuição sindical, e o povo que se dane.
    Vamos ficar desempregados, oprimidos.
    Vote no Bolsonaro, precisamos mudar este país.

  18. PELEGO É PELEGO MESMO… SE SÃO TÃO DEFENSORES ASSIM DOS “DIREITOS DOS TRABALHADORES” PORQUE NÃO VÃO FAZER O CONVENCIMENTO DA “CONTRIBUIÇÃO” FUNCIONÁRIO POR FUNCIONÁRIO DAS SUAS RESPECTIVAS CATEGORIAS? A ONDE QUE 20% REPRESENTA A VONTADE DA MAIORIA??? SÓ ESSE CHUCHU MURCHO MESMO PRA ACEITAR ISSO

  19. Ele só esqueceu de esclarecer que “a turma” dele é a dos que mamam nas tetas dos sindicatos, que mamam nas tetas do contribuinte. Ou por que haveria TANTOS sindicatos? É tal a especificidade do trabalho no Brasil? Muito ao contrário. Esse pessoal ainda não se deu conta. Mas vai se dar.

  20. Sinceramente, Alckmin é muito cara de pau e se faz de sonso, hoje vejo isso com clareza. Estou inclusive extremamente irritada com sua guerrilha virtual q já começou e digo, suja e imunda como foi a de Dilma. Nunca mais votarei no PSDB e olha que sempre votei em Alckmin, para mim, acabou.

    1. Parabéns. Aliás, a melhor opção, para TODOS os eleitores, é não reeleger nada do que está aí. Tenho absoluta convicção que poderíamos ter um Congresso, Assembleia, Câmara (futuramente), governadores mais decentes se fossem gente nova.

  21. 20% ??? Com impostos de 47% ??? Está na hora de “banir”, “de vez”, esse pau linho e todos os outros paus ladrões do sindicalismo fajuto do braziu-ziu-zinho …… !!!

  22. Desde quando 20% de uma categoria representa maioria; isto é ilegal; façam os sindicatos um trabalho decente em prol de suas categorias e estas não terão duvidas de apoia-los financeiramente; o resto é pirataria e pilatragem!

  23. proposta do alquimim para o governo de são paulo (a mesma do mercadante) era a escola e creche em tempo integral. Assim seu filho fica mais tempo na mão de estranhos. E aumenta o gasto público com merenda $$$$.

  24. proposta de alquimin no governo de são paulo era rastreador obrigatório em todos os automóveis, para cobrança de pedágio mais justa. O governo ia saber a cada minuto onde está o seu carro.

  25. Eu disse exatamente isso em outro post no qual falava do apoio do Paulinho ao centrão e ao Alckmin.
    Votar em Alckmin é votar no retrocesso do pouco que já conseguimos.
    Está cada vez mais fácil saber em quem não votar e se você já fez uma lista, sobrou apenas um candidato.

  26. vote em alquimim e tenha um pedágio cobrando 10 reais no portão da sua casa.
    vote em alquimin de novo e tenha um pedágio na saída de suas narinas, cobrado na ida do ar e na volta do ar.
    Esse cara constrói praça de pedágio igual mamangava muda de flor.

  27. Geraldo Alckmin é um grande negociador, e com essa promessa conseguiu o apoio do Solidariedade e de milhares de Sindicatos. Enquanto isso, Bolsonaro que não sabe negociar vai ficando cada vez mais sozinho e isolado.

    1. … aprenda o significado da palavra fisiologismo, que alguns eufemizam como sendo “governabilidade” (ou “roubabilidade”, segundo palavras de um certo capitão).

    2. kkkkkkkkkkkkkk, bizaro Analista Político.
      O grande negociador fazendo o que mais sabe, se juntar a políticos corruptos.
      Excelente negocio, mas esperar o quê de um partido como o PSDB.
      Que Deus nós de sabedoria na hora de votar, neste momento só temos um candidato!

  28. Governar não é atender interesses corporativos. Esse tipo de ação é própria do populismo. Governar é atender a população na amplitude máxima do interesse da sociedade e o sindicalismo não ofereceu nenhum serviço que recomendasse sua existência, apenas alimentou pelegos.

  29. Deus nos livre deste povo do Centrão, são mensaleiros, pessoas do Petrolao, e agora querem continuar assaltando o trabalhador com pagamento a sindicato.
    Chega de Chuchu!

  30. Pessoal, vamos falar na lata, como diz a molecada: esses safados, TODOS, incluindo o Chuchu, só concordam com o fim do imposto sindical pq houve uma pressão enorme e pq há uma vigilância forte em cima dles.
    Idem p/ privatização, lavajato, redução da máquina pub….
    Nos bastidores a conversa e outra.

  31. Essa solução vai ser ainda pior para o trabalhador e vai voltar a fortalecer os sindicatos ( eles só servem para dar sustentação à esquerda). Voltaremos à estaca zero!!!!
    O que o Alckmin ganha com esse apoio?!?! O país e a democracia só perdem!

  32. Alckmin, ao ceder ao achaque de alguém como Paulinho da Força, você se apequenou. Alckmin está riscado das minhas opções de voto. Se ele cedeu nisso, imagina em quantas outras coisas ele não abriu as pernas? E o DEM hein? Fazem pose de liberais mas não passam da mesma m@#$%.

  33. Isto é canalhice. 20% de presença, ou seja, basta que 10% + 1 dos funcionários vote, para que 100% deles tenham de pagar o imposto. Que diabos de democracia é esta? Que o sindicato obtenha 50%+1 de TODOS os funcionários.

  34. Não sou eleitora do Alckmin, não gosto do Paulinho, mas considero justa essa solução, desde que os sindicatos tenham, realmente, lutado/contribuído para que o trabalhador conseguisse o aumento salarial na sua data base. Nem relógio trabalha de graça.

  35. os parasitas sindicais não desistem dom imposto sindical, agora com apoio dos comunistas do PSDB

    PSDB e Alckmin apoiam a volta do imposto sindical