A promessa dos grevistas de fome de Lula

Os seis lulistas recrutados pelo MST para iniciar hoje uma greve de fome prometem ficar sem comer até a soltura de Lula.

“Nossa greve de fome inicia por tempo indeterminado e o seu fim será no dia em que Lula for solto e puder disputar as eleições”, disse Jaime Amorim, um dos grevistas — veja aqui quem é ele.

Comentários

  • Gabriel -

    Só tem pançudo!

  • Eduardo -

    Vê-se que esses inúteis são todos bem gordinhos, graças às benesses, mimos e mordomias que recebem do partido, via desvio do erário. Que aproveitem essa fictícia greve para fazer um regime, além de refletir sobre o ridículo dessa demonstração. E não se esqueçam de levar a greve até o fim.

  • Gil -

    Companheiros, não desistam dessa greve de fome. Não ouçam ninguém que os aconselhar a desistir. Fiquem firmes e nos façam um favor. Morram.

Ler 146 comentários