Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Promotor de SP punido por acordo com CCR usou perícia contratada por delatores

José Carlos Blat, do Ministério Público de São Paulo, foi penalizado por infração disciplinar e ficará suspenso por 5 dias
Promotor de SP punido por acordo com CCR usou perícia contratada por delatores
Divulgação/MP-SP

O promotor José Carlos Blat, do Ministério Público de São Paulo, foi punido internamente na quarta-feira (15) com suspensão de cinco dias por infração disciplinar na elaboração de um acordo suspeito de favorecer a CCR, diz a Crusoé.

“Em 2018, concessionária admitiu ter pago caixa 2 de campanha a diversos políticos paulistas e aceitou devolver 81,5 milhões de reais aos cofres públicos para manter contratos bilionários de concessão de rodovias no estado.”

“Entre as acusações feitas contra Blat pelo corregedor-geral do MP paulista, Motauri Ciocchetti, está a contratação de uma empresa de consultoria feita pela própria CCR para ‘prestar assistência técnica’ aos investigadores com o cálculo dos prejuízos causados pelos repasses ilícitos feitos a políticos. O corregedor destacou que o MP tem o órgão de perícia próprio e que o valor da multa aplicada à concessionária foi ‘pífio e irrelevante’ diante do ‘poderio financeiro do grupo’, que registrou lucro líquido de 1,8 bilhão no ano anterior.”

Leia mais aqui. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO