ACESSE

Promotores eleitorais temem perder gratificação com proposta de Dodge

Telegram

A insatisfação de promotores estaduais com a proposta de Raquel Dodge de reforçar o time de procuradores federais que atuam na Justiça Eleitoral tem um motivo mais palpável: cerca de R$ 5 mil que parte deles teme deixar de ganhar todos os meses.

Trata-se da gratificação paga aos membros do Ministério Público que, além de suas atividades normais, atuam nos processos eleitorais.

A proposta da PGR visa evitar eventual esvaziamento das investigações da Lava Jato, após a decisão do STF de levar à Justiça Eleitoral casos de corrupção ligados ao caixa 2.

Integrantes da PGR dizem que não há motivo para temor dos promotores eleitorais, garantindo que os procuradores federais não tomarão seus postos, pois vão apenas reforçar as equipes.

A "esquerda Cinderela": só resta a fantasia. SAIBA TUDO

Comentários

  • Ryu -

    Safad0s! Só pensam no próprio bolso! Cretin0s!

  • Lúcia -

    Só pensam naquilo

  • le -

    É UM ABSURDO, os benesses que essa corporação recebe dos contribuintes. O Brasil, não tem solução!

Ler 27 comentários