Promotores não descartam pedido de prisão de João de Deus

Apesar de falarem em “cautela”, promotores à frente das investigações envolvendo João de Deus não descartam o pedido de prisão preventiva do líder religioso e do fechamento da casa onde ele presta atendimento, em Abadiânia (GO).

A força-tarefa para investigar as denúncias de abuso sexual foi montada hoje.

Comentários

  • Armando -

    Vão prender sem provas? Agora basta que haja acusação para prender alguém? E a investigação? Acho que ele é culpado, mas não se pode colocar as carroças à frente dos bois. Isso não é justi

  • Heloisa -

    Se a PF fechar a casa do médium, toda a cidade de Abadiânia será fechada. Ela tambem vive das curas.

  • Má. -

    Adianta nada prisão, não fica nem 12 h preso... Amiguinho do supremo

Ler 66 comentários