Promotoria arquiva pedido para investigar viagens de Doria

O Ministério Público arquivou pedido do PT para investigar as viagens de João Doria.

Os petistas haviam alegado caráter eleitoral na visita que Doria fez ao Tocantins, em agosto, e questionado o uso de um avião da empresa do prefeito.

Segundo a Promotoria, a defesa mostrou que todas as despesas foram custeadas pelo prefeito, sem “qualquer prova” de prejuízo ao erário.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 9 comentários
  1. A esquerda escarlate bolivariana atrasada é capaz de entrar com uma ação contra o João Doria por doar o salário de Prefeito e trabalhar sábados e domingos na prefeitura sem receber?Seria o trabalho escravo das esquerdas?Como diz o dito popular “A esquerda vê as pingas que tomo, mas não vê os tombos que levo”

  2. O PT e sindicatos são um clique de vigaristas:
    Caro “O Antagonista”! Obrigado por avisar a sociedade.
    Fazem ótimo papel de mídia.

    A Direita-bem-burra [aquela que não sabe argumentar e apenas sabe xingar palavrão. rsrs] adora manifestar asneiras aqui em O Antagonista.
    A direita esclarecida, não.

    Muitos da direita-burra são contra a imprensa (mídia impressa).
    
E do jeito que ela é hoje foi inventada no século XIX. A direita-burra quer
 controlar aquilo que é importante para a sociedade!
    O que o noticiado falou, ele falou.
    Não é nada
que vai mudá-lo. E a notícia tem de ser dada.

    Ou você pensa que quando Hitler invadiu a França,

    de Gaulle não ia ao rádio todos os santos-dias?
 (a partir da Inglaterra)
    pra falar exatamente de Hitler, 
e assim os franceses se livrarem do crápula!

  3. UFA! MF, ATE ENFIM, DEU UM CHEGA PRA LA NESSES DEMAGOGOS, GANANCIOSOS, OPOSTUNISTAS! ELES NAO SE CONFORMAM QUE ALGUEM PAGUE DO PROPRIO BOLSO O QUE ELES GASTAM SEM NENUM PUDOR, SUPERFATURAM… VAI QUE A MODA PEGA E ELES VAO TER QUE EXPLICAR A GASTANÇA, A MAMATA!

  4. E o “Encantador de Jegues(Lularapio)” que está vários meses em campanha política com uma pseuda caravana país afora sem sequer ser questionado pela turma da procuradoria eleitoral, bem como TSE. Essa PTralhada aponta o dedo para os outros sem antes olhar para seus próprios rabos.