ACESSE

Promotoria faz operação contra esquema que envolve grileiros e políticos no Rio

Telegram

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) realiza hoje a Operação Lázaro, para cumprir 17 mandados de prisão e de busca e apreensão contra organizações criminosas suspeitas de atuarem em cartórios de notas e registros de imóveis em municípios da Baixada Fluminense.

A ação ocorre em parceria com a Polícia Civil e a Corregedoria do Tribunal de Justiça do Rio.

Os investigadores suspeitam de ORCRIM que atua em parceria com grileiros, agentes imobiliários e políticos locais, fraudando e adulterando a propriedade imobiliária e a posse legítima de inúmeras pessoas.

Segundo o Estadão, a Justiça determinou a perda do cargo de tabelião dos denunciados Manuel José da Silva, Zarathustra Sunur Sondahl e José Sergio da Silva; e o bloqueio de bens de Leila, Zarathustra, José Valter Dias e Osmar da Silva Muzi, no valor R$ 1.077.000,00, a ser revertido em favor da empresa Facility, cuja proprietária foi uma das vítimas do esquema criminoso.

Sua aposentadoria está ameaçada. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Regildo -

    Se o MP fizer uma investigação séria nos CARTÓRIOS, não só do RJ mas do país inteiro, vai ter de montar uma NOVA LAVA JATO!!!

  • joao -

    Nova iguaçu, mesquita, são juan del mériti são algumas províncias do brasil colonia, pararam no tempo...... terras sem eli, como chapadão e arredores ...

  • José -

    Lugar de criminoso é na prisão!

Ler 11 comentários