Propaganda de Haddad explora contradições de Bolsonaro sobre Bolsa Família

A propaganda eleitoral de Fernando Haddad que será veiculada neste sábado tentará mostrar as contradições de Jair Bolsonaro sobre temas como Bolsa Família e o salário mínimo, registra a Folha.

A ideia é indagar como o capitão pode, hoje, defender a ampliação da assistência social se, por anos, criticou os programas.

Foi declarada a guerra do 2º turno, que definirá também o curso da Lava Jato. Saiba mais AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 48 comentários
  1. Contraditório seria aprovar a criativa Bolsa-Cônjuge do Judiciário. Ou apoiar aventuras comerciais de juízes. Ou ainda prestigiar o foro especial para bandidos travestidos de políticos.

    1. Não há contradição alguma em prestigiar o Quadrilhão, se o seu nome (ou apelido) foi incluído nas listas de propinas extraídas de empresários dependentes do Estado obeso e disfuncional.

  2. Tática velha da esquerda tentar colar no adversário as suas burrices Nunca vi uma eleição tão contraditória. Esta tática de camaleão foi a pior escolha do PT dividiu e vai confundir os seus el

  3. O Pt pensa que a população menos desassistidas são territórios deles.Bolsonaro com certeza terá uma atenção especial a estes brasileiros. Feio é ver o pt defender família,democracia,religiã

  4. Bolsonaro17 amplia a assistência social com respeito, responsabilidade e combatendo fraudes. HADDAD ardilosamente explora o assistencialismo social covarde usando o estômago dos famintos.

  5. Contradição muito pior tem o huimddad cuja Vice é do Partido Comunista que é oficialmente contra a Democracia e contra as Eleições (está escrito isto) Em que país comunista do mundo tem estas

  6. POSTE CRIA DO LULA O CRIMINOSO CONDENADO E ENJAULADO!……VCS. JÁ FORAM DERROTADOS!…………………………………………………………………………………………………….

  7. O Andrade e sua corja estão desesperados. Felizmente, para o Brasil, acordaram tarde para o tsunami que os brasileiros vão fazer no segundo turno. Sempre enganaram o povo com conversinha barata.

  8. O ideal seria, um dia, essas famílias não precisarem mais dessas bolsas. Quando apenas as pessoas realmente necessitadas, por motivos de alguma deficiência, conte com auxilio governamental. B17!

  9. A ideia para variar é mentir e omitir, não mostrar ao povo quais eram realmente as críticas de Bolsonaro aos programas, tratar os eleitores como asnos condenados a adorar vagabundos como Lula.

  10. Ele é contra a eternização da bolsa. É algo para quem precisa..Temporário, porque todo mundo quer um emprego. Sem fraude. Falou nada contra salário mínimo e décimo terceiro..PT mente como semp

  11. Deixa de ser tolo. Ele continua tendo a mesma opinião, de que o que liberta o pobre é o conhecimento. O assistencialismo socorre miseráveis, mendigos, pessoas sem renda, não quem tem renda.

  12. B17 criticou a forma como o bolsa família foi “explorado”. Tanto é que consta do programa do B17 o programa renda mínima para todos os brasileiros, ou imposto de renda invertido, como tem nos EUA

    1. E que faça no sábado à noite, que é o horário que mais se assiste TV. Até o presidiário vai poder assistir e curtir.

  13. Criticou o uso eleitoreiro que o pt faz do assistencialismo. Criticou o terrorismo psicológico, e a coerção social, forçando a dependência do assistencialismo, comemorando n° dos que entram.

  14. Ler manchete sem pesquisar o conteúdo nem a fonte é o problema da maioria dos consumidores de blog. O B17 já disse um milhão de vezes que essa “bolsa” tem que ser temporária. Hj só tem entrada

  15. Bolsonaro nunca falou em tirar o Bolsa família! Ele fala em combater as fraudes e até aumentar o valor , também propôs um décimo terceiro do bolsa família! Se preocupa com todos, é cristão de