Propina com nota fiscal

O esquema do PT com a OAS para bancar a campanha de Rui Costa, na Bahia, tem até nota fiscal.

Como disse a Veja alguns meses atrás, “uma nota fiscal apreendida revelou um repasse de 255 000 reais da OAS para a Pepper Comunicação. Os investigadores já sabem que houve uma simulação de prestação de serviço. O dinheiro, na verdade, teria sido remetido clandestinamente para saldar dívidas da campanha do PT na Bahia”.

Faça o primeiro comentário