ACESSE

Propina da JBS comprou apoio para campanha de Aécio em 2014

Telegram

As investigações que basearam a operação de hoje indicam que a JBS pagou até R$ 130 milhões para Aécio Neves comprar o apoio de partidos na campanha de 2014.

Parte da propina teria sido paga por meio da compra do prédio do jornal Hoje em Dia, a pedido de Aécio.

O FIM DOS AMIGOS DA ONÇA NO PLANALTO. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 26 comentários