PROPINA DE 1 MILHÃO PARA RENAN FOI ENTREGUE A MOTORISTA DE MILTON LYRA, DIZ PGR

Telegram

A Odebrecht pagou R$ 1 milhão para Renan Calheiros em 2012 por intermédio de um motorista do empresário Milton Lyra, considerado o operador do senador em esquemas de corrupção, segundo a Procuradoria Geral da República.

De acordo com procuradores responsáveis pelo caso, o valor foi entregue em espécie no dia 31 de maio daquele ano, como pagamento pela contribuição de Renan à aprovação no Senado de um projeto de interesse da Brasken, para pôr fim a incentivos fiscais a produtos importados.

Num pedido de busca e apreensão da Operação Armistício, realizada no final do ano passado, a PGR identificou Fabio Brito Matos como responsável pelo recebimento do dinheiro na sede de empresas de Milton Lyra em São Paulo.

Renan promete barrar os planos de Sergio Moro. Confira agora

“Milton Lyra atuava como um verdadeiro intermediário do parlamentar, e assim era reconhecido pelas pessoas que buscavam entrar em contato com o senador”, diz o documento, obtido por O Antagonista.

Na delação premiada, os executivos da Odebrecht mostraram que a entrega para “Justiça” (codinome de Renan Calheiros) só seria efetivada mediante a senha “justo”. O dinheiro foi disponibilizado por meio de doleiros que mantinham contratos fictícios com a construtora.

Na semana passada, O Antagonista revelou que Milton Lyra vendeu um apartamento de luxo em Miami que, segundo o MPF, teria sido adquirido com recursos desviados dos fundos de pensão.

Comentários

  • Aniceto -

    Esse vermechamadorenan é um gângsters sem escrúpulos. Alagoas não merece essefdp

  • Jose -

    bandido e corrupto descarado....

  • Andre -

    esse renan tem q tomar uma surra de vara de marmelo até a vara quebrar...canalha 1000x

Ler 182 comentários