Propina e Luta

Branislav Kontic, preso pela Omertà, não foi apenas operador de Antonio Palocci. Ele foi também um dos principais assessores de Marta Suplicy na prefeitura de São Paulo.

Disse a Veja:

“Brani chegou a chefiar o gabinete pessoal de Marta na prefeitura e teve cargos de confiança na direção de órgãos como a Emurb e a Cohab.

Além disso, Brani foi sócio, até 2011, do ex-marido de Marta, Luis Favre, na Epoke Consultoria Política.”

Antonio Palocci, Branislav Kontic e Luis Favre militaram juntos na Libelu. É nova doutrina trotskista: a Propina Permanente.

Faça o primeiro comentário