Propina espacial

O Estadão noticia que, “após 810 bilhões de tentativas frustradas, a Polícia Federal encerrou relatório sem conseguir acessar arquivos dos operadores Jorge e Bruno Luz, que confessaram pagamento de 11,5 milhões de reais de propinas a peemedebistas oriundos de contratos da Petrobras”.

Melhor mandar para um super-computador da Nasa.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Eu resolveria da seguinte forma: daria o castigo que merecem, triplamente, até dizerem como acessar os arquivos. Nada como um kit-net na papuda dividido com outros marginais para abrir as mentes.

  2. Ler mais 36 comentários
    1. Eu resolveria da seguinte forma: daria o castigo que merecem, triplamente, até dizerem como acessar os arquivos. Nada como um kit-net na papuda dividido com outros marginais para abrir as mentes.

    2. Parece que a Polícia Federal não é tão especializada como se pensava.
      Melhor seria só firmar o acordo de colaboração se os elementos tivessem dado acesso aos seus arquivos digitais.

    3. Mas é claro! A quadrilha do PMDB é muito mais antiga e especializada do que qualquer outra. O bando se mantém no poder há décadas e quer continuar lá, no mesmo lugar, só nos roubando..

      1. só não teria fornecido a senha como teria acessado e interpretado em vários idiomas, hahahaha
        e isso mesmo que falta, cacete nesses vagabundos