Proposta de privatização da Eletrobras prevê outorga por 30 anos

Proposta de privatização da Eletrobras prevê outorga por 30 anos
Foto: Divulgação

A Medida Provisória de desestatização da Eletrobras prevê a outorga da empresa por um período de 30 anos. Além disso, a privatização da Eletobras prevê a cláusula de golden share, que permite a União o poder de veto em questões estratégicas.

A proposta foi encaminhada ao Congresso há pouco pelo presidente Jair Bolsonaro, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes. De acordo com o texto, a “desestatização da Eletrobras será executada na modalidade de aumento do capital social, por meio da subscrição pública de ações ordinárias com renúncia do direito de subscrição pela União”.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO