Prorrogação vai ao encontro do interesse público, diz Lava Jato

Prorrogação vai ao encontro do interesse público, diz Lava Jato
Divulgação/MPF

A força-tarefa da Lava Jato no Paraná afirmou, em nota, que a prorrogação até 31 de janeiro de 2021 “vai ao encontro do interesse público, pois permitirá que resultados significativos sejam obtidos em prol da sociedade brasileira”.

Como mostramos há pouco, Augusto Aras decidiu prorrogar a designação dos procuradores por apenas 4 meses e 20 dias — renovações anteriores eram autorizadas por um ano.

No despacho, o vice-procurador-geral, Humberto Jacques de Medeiros, registrou queixas de unidades do MPF que cederam seus membros para a equipe de Curitiba.

Elas afirmaram tratar-se de um “sacrifício”.

Leia mais: Deltan Dallagnol deixa a força-tarefa no momento mais delicado da operação
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários
TOPO