PSDB DESISTE DE RECORRER AO STF

O Antagonista apurou que assessores jurídicos do PSDB aconselharam a cúpula do partido a não recorrer ao Supremo contra o fatiamento da votação do impeachment.

“A ideia é não fazer nada agora, pois o PT também poderia pleitear a nulidade do julgamento como um todo. Alegariam que os senadores votaram com o pressuposto de que poderiam mitigar a punição de Dilma. Seria vício de vontade”, diz um dos principais advogados da legenda.

Ele ressalta, porém, que o mandado de segurança pode ser impetrado em até 120 dias. “Vamos esperar o que o PT vai fazer.”

Foi isso que Aécio conversou ao pé do ouvido com Temer durante a posse.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200