Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PSDB-MG publica nota de desagravo a Aécio

O presidente do partido em Minas Gerais, Paulo Abi-Ackel, disse que Doria prejudica o convívio democrático em tempos de radicalização
PSDB-MG publica nota de desagravo a Aécio
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente do PSDB em Minas Gerais, Paulo Abi-Ackel, publicou nesta terça (24) nota de desagravo a Aécio Neves.

Ontem, no programa Roda Viva, da Cultura, João Doria disse que Aécio “tem a síndrome da derrota” e “negoci[a] emendas na calada da noite com Bolsonaro“.

Hoje, Aécio reagiu, chamando Doria de “desqualificado” e também fazendo acusações contra o governador.

Leia a nota do diretório do PSDB em Minas:

“Em nome do PSDB DE MINAS GERAIS lamento profundamente, mais uma vez, que o governador João Doria ataque o Deputado Federal Aécio Neves usando termos que extrapolam as divergências políticas e que não são usuais para quem ocupa um cargo como o dele.

Além de desconsiderar toda a carreira política de Aécio, que foi deputado por inúmeros mandatos, inclusive Presidente da Câmara dos Deputados, Governador de Minas por dois períodos, Senador e candidato do partido à Presidência da República, Doria esquece que Aécio tem uma enorme folha de contribuições ao próprio PSDB, partido que presidiu.

Como já dissemos mais de uma vez, a postura do governador paulista é prejudicial para o convívio democrático, sobretudo em tempos de radicalização política tão contestada pelo PSDB que dessa postura busca se diferenciar. A postura do Governador Doria não ajuda o Partido.

Pelas inverdades, pelo excesso, pela grosseria e pela extravagancia, trata-se de uma afronta as pessoas do bem, aos princípios democráticos e às tradições do PSDB, que tem ou teve em seus quadros em São Paulo, personagens como Franco Montoro, Mário Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Geraldo Alckmin que jamais seriam capazes de trazer a nível tão baixo o trato das questões políticas ou divergências pessoais.

Aos mineiros, não só do PSDB-MG, as palavras de Doria soam com indignação e espanto, em razão das pretensões políticas do Governador, postulante eventual ao cargo de Presidente da República em um tempo histórico em que é preciso diferenciar-se do modelo de beligerância e agressividade comum aos radicais da política brasileira.

Registre-se o desagravo ao colega mineiro e o desacordo com a imensurável desfeita pessoal e política mais uma vez praticada pelo Governador Doria a Minas e aos mineiros

O comportamento de Doria não ajuda o PSDB

Deputado Federal Paulo Abi-Ackel
Presidente do PSDB-MG”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO