PSDB quer blindar TCU e TSE

Leiam o que publicou Laryssa Borges, da Veja.com:

“O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, anunciou nesta terça-feira que partidos de oposição, setores independentes do PMDB e juristas devem se reunir nos próximos dias para avaliar a conjuntura política após os protestos do último domingo contra a presidente Dilma Rousseff… Uma das medidas discutidas pelos partidos é adotar estratégias para tentar blindar o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra ingerências do Palácio do Planalto. As duas cortes vão julgar processos que, nos limites, podem levar à saída da petista do poder. O anúncio ocorre um dia depois de Aécio ter almoçado com Fernando Henrique Cardoso e do próprio ex-presidente ter defendido publicamente a renúncia de Dilma como uma saída para minimizar a crise no país. ‘Nesse instante, é absolutamente fundamental que todos nós voltemos nossos olhos para a ação dos nossos tribunais, seja o Tribunal de Contas da União, seja o TSE, para que não sofram qualquer tipo de constrangimento. A opinião pública do Brasil repudiou no último domingo e repudiará de forma veemente qualquer tentativa de acordo, se ele realmente houver, que signifique manietar e constranger nossas cortes’, disse Aécio.”

É isso aí, Aécio. Só faltou dizer que é preciso ficar de olho também no STJ e STF, para que não tentem melar a Lava Jato.

Faça o primeiro comentário