Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PSL indica três investigados pelo STF para CPMI da Fake News

PSL indica três investigados pelo STF para CPMI da Fake News
A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, que investiga a divulgação de notícias falsas nas redes sociais | Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

O PSL indicou três investigados no inquérito das fake news, que tramita no STF, para compor a CPMI das Fake News em 2021: os deputados Filipe Barros, Carlos Jordy e Bia Kicis. Os parlamentares são suspeitos de integrar uma rede de divulgação de informações falsas contra adversários e contra o STF.

No início do ano passado, o partido indicou a tropa de choque bolsonarista para a comissão que investiga a divulgação de notícias falsas. Entretanto, no final do ano, esses parlamentares foram afastados do colegiado quando a ala bivarista voltou a tomar conta da sigla.

Além destes parlamentares, o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República, também vai integrar a CPMI, conforme planilha à qual o O Antagonista teve acesso. Os trabalhos da comissão ainda não têm data para retorno.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO