ACESSE

PSL não aceita Bolsonaro de volta, diz Bozzella

Telegram

Júnior Bozzella afirmou há pouco que os deputados do PSL “acharam por bem não aceitar” a volta de Jair Bolsonaro ao partido.

“Agradecemos ao Jair Bolsonaro o seu reconhecimento de que o PSL é um grande partido, de gente séria e equilibrada, ao solicitar o seu retorno para agremiação. Mas como um partido liberal e democrático, deputados acharam por bem não aceitar.”

Como mostramos, Bolsonaro admitiu esta noite que tem buscado uma “reconciliação” com o seu ex-partido.

O movimento de reaproximação começou no mês passado, quando o presidente passou a avaliar a filiação a outros partidos por causa da incerta criação da Aliança pelo Brasil.

“Vou conversar com o pessoal do PSL porque, apesar de eu ter saído, tem 43, 44 parlamentares que conversam comigo. Tem uns oito que não dá para conversar por causa do nível que conduziu a política, entrando na questão pessoal”, disse Bolsonaro.

No racha do PSL, Bozzella assumiu o papel de porta-voz informal de Luciano Bivar, presidente da sigla. À época, apesar do distanciamento, o deputado afirmou que o partido não passaria a fazer oposição ao governo.

Leia mais: O Centrão quer dominar sua 'casa'. Entenda como

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 77 comentários