Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PSOL não quer mais ser senzala da casa grande petista?

Petistas estão furiosos com o PSOL, que orientou voto contra a PEC da Vingança, ao lado de Podemos, Novo e Rede
PSOL não quer mais ser senzala da casa grande petista?
Comissão Mista da Medida Provisória (CMMPV) nº 844/2018, que altera marco legal do saneamento básico, realiza reunião para eleição de presidente e vice. Deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) retira votos da urna e interrompe votação. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Os petistas estão furiosos com o PSOL, que orientou voto contra a PEC da Vingança, ao lado de Podemos, Novo e Rede. Parlamentares, blogueiros e simpatizantes passaram a noite atacando os integrantes de legenda, que sempre foi considerada linha auxiliar do PT.

O estranhamento foi ainda maior porque Talíria Petrone (foto), líder do partido na Câmara, havia feito discurso favorável à proposta, inclusive dizendo que “não queremos mais Moros, mais Dallagonois”.

Além dela, rejeitaram o texto Áurea Carolina, David Miranda, Fernanda Melchionna, Glauber Braga, Ivan Valente, Luiza Erundina e Vivi Reis.

Embora os psolistas concordem no mérito, reclamam que o texto não contemplou a “participação popular” exigida pela legenda.

É um argumento, mas há quem veja na postura em bloco uma estratégia eleitoral, num momento em que o PSOL tenta ganhar mais espaço político na “via lulista” — Boulos, por exemplo, disputa com Haddad a candidatura ao governo de SP.

Saiba como votou cada deputado na PEC da Vingança.

placar 628x300

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO