ACESSE

PSOL, Rede e PSB pedem cassação de deputado bolsonarista

Telegram

PSOL, Rede e PSB protocolaram no Conselho de Ética da Câmara um pedido de cassação do mandato do deputado bolsonarista Daniel Silveira, do PSL do Rio.

Em um vídeo postado nas redes sociais, Silveira afirmou que daria tiros em manifestantes que se dizem antifascistas e os desafiou para uma briga.

“Eu estava lá em Copacabana e chamei vocês. Vocês não são valentões, não são bons de porrada? Por que vocês não foram lá? Que vocês me peguem na rua, em um dia muito ruim, e eu descarregue a minha arma em um filho da puta comunista que tentar me agredir”, disse Silveira no vídeo.

Segundo os três partidos que representaram contra o deputado bolsonarista, “todos esses atos deixam claro que há em curso um recrudescimento autoritário, com graves consequências para a democracia brasileira, e que coloca em risco a Constituição Federal de 1988”.

“É fundamental que os Poderes constituídos tomem as providências cabíveis para punir os responsáveis pelos atentados contra o Estado Democrático de Direito”, dizem as legendas.

É o mesmo Daniel Silveira que, como registramos ontem, disse que os fogos de artifício atirados por bolsonaristas contra a sede do STF eram parte de um “ato religioso”.

Independentemente da motivação dos partidos de esquerda que querem sua cassação, trata-se de um pândego.

Leia mais: Sergio Moro agora é colunista exclusivo da 'Crusoé'. Clique e saiba mais

Comentários

  • Joel -

    Outro bobo da corte... Sem noção

  • Marcos -

    Nossa, uma pessoa que faz um comentário desses não parece estar em condições de ser deputado federal e nem PM. Quer dizer que, se for arguido de forma mais forte por um oposicionista na rua, atira?

  • Maria -

    Joguem o querido no vaso sanitário e pode dar descarga.

Ler 31 comentários