PT ataca comandante do Exército (mais uma vez)

PT ataca comandante do Exército (mais uma vez)
Foto: Marcos Corrêa/PR

O PT não gostou da entrevista do comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, na qual ele disse que a situação poderia sair do controle com a liberdade de Lula.

“Ao afirmar que, a seu critério, a liberdade de Lula seria motivo de ‘instabilidade’, o general [Villas Bôas] confirma que a condenação do maior líder político do país foi uma operação política, com o objetivo de impedir que ele fosse eleito presidente da República”, diz a nota do partido.

“Está demonstrado, agora, que não apenas o sistema judicial ligado a Sergio Moro, a Rede Globo e a grande mídia participaram dessa operação arbitrária e antidemocrática, mas também a cúpula das Forças Armadas.”

O pacote linha-dura de Moro vem aí. Não podemos mais esperar. Leia aqui
Mais notícias
TOPO