ACESSE

PT não sabe como conter Bolsonaro

Telegram

A campanha de Fernando Haddad ainda não conseguiu elaborar uma estratégia para reagir ao avanço da “onda conservadora” em apoio a Jair Bolsonaro, afirma a Folha.

Segundo o jornal, os petistas temem que um discurso econômico com apelo para o eleitor mais pobre não seja suficiente para frear a escalada de rejeição ao poste de Lula.

Por enquanto, a ordem no QG de Haddad –já cumprida pelo candidato hoje, como publicamos— é antecipar os ataques a Bolsonaro previstos inicialmente apenas para o segundo turno.

Alguns petistas já vislumbram uma possível derrota na primeira fase da eleição.

Há chances de vitória de Bolsonaro no primeiro turno. Saiba mais AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 141 comentários