PT tenta adiar votação na Câmara do veto ao reajuste de servidores

PT tenta adiar votação na Câmara do veto ao reajuste de servidores

O dia começou agitado em Brasília, após o Senado, na noite de ontem, derrubar o veto de Jair Bolsonaro ao aumento de salários de servidores envolvidos no combate à Covid-19.

O deputado petista José Guimarães, líder da minoria na Câmara — onde o veto deverá ser analisado hoje –, disse a O Antagonista que “está difícil” manter a derrubada, porque “a base do governo quer manter” o veto, claro.

“Estamos tentando adiar a sessão.”

Ora, os governadores petistas fizeram um acordo: congelar os salários até o fim de 2021 foi a contrapartida aos repasses milionários da União a estados e municípios em meio à pandemia.

Guimarães, o PT e a minoria sabem disso.

Leia mais: Lava Jato ameaçada de morte
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários
TOPO