ACESSE

PT usa morte de vereadora

Telegram

O PT aproveitou a morte de Marielle Franco para atacar a missão militar no Rio de Janeiro e fazer campanha eleitoral.

Leia a nota assinada por Gleisi Hoffmann:

“O brutal assassinato da vereadora Marielle Franco, do PSOL, e do motorista Anderson Gomes é um crime que atinge diretamente a cidadania e a democracia. Marielle foi executada no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar.

O Partido dos Trabalhadores exige imediata e rigorosa apuração deste crime, que desafia abertamente a política de intervenção federal na área de segurança do Rio de Janeiro.”

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 130 comentários