PT vai à PGR contra Flávio e Michelle Bolsonaro

Os petistas não perdem tempo: Paulo Pimenta já foi à PGR pedir que seja instaurada investigação para apurar “possíveis ilícitos criminais e administrativos” de Flávio e Michele Bolsonaro, registra a Coluna do Estadão.

O motivo alegado é a “movimentação atípica” de R$ 1,2 milhão por parte do PM Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito, detectada pelo Coaf.

Uma das transações elencadas no relatório do Coaf como valores pagos pelo PM é um cheque de R$ 24 mil destinado a Michelle, futura primeira-dama.

Pimenta solicitou à PGR que apure “principalmente” a participação de Flávio e Michelle “em possíveis ilícitos criminais e administrativos, tendo em vista que as condutas do terceiro representado [Queiroz] já são objeto de investigação”.

Comentários

  • Marta -

    Já que é assim o PSL deveria entrar com ação contra, Lula, Dilma, Haddad, Lindbergh, etc, já que eles s~cometeram possíveis ilícitos criminais, administrativos e fiscais. Partido de idiotas ess

  • Fernando -

    Caso as transações detectadas sejam lícitas, incluindo o cheque de 24 mil reias para a futura primeira-dama, é muito fácil apresentar as justificativas. Alias, já deveriam ter sido apresentadas.

  • Jackson -

    O PT é isso mesmo... são criminosos tentando imputar crime em todos os outros, de tudo quanto é forma, pra parecerem uma solução depois. Cuidado pessoal, PT é a pior ORCRIM do mundo.

Ler 252 comentários