PT varrido do Acre

A derrota do PT no Acre, reduto do partido há décadas, não se expressa apenas pelo segundo lugar do candidato ao governo Marcus Alexandre — Gladson Cameli, do PP, ganhou em primeiro turno — e pelos terceiro e quarto lugares de Jorge Viana e Ney Amorim, que estão fora do Senado.

Os acreanos não elegeram nenhum deputado federal petista.

Não reelegeram, por exemplo, os deputados Leo de Brito e Sibá Machado.

Há um projeto autoritário nesta eleição. E estão escondendo isso de você. Confira AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 48 comentários
  1. Realmente foi uma lição de democracia para o país! Escorraçar a corja corrupta que quebrou o estado. Que o nordeste possa seguir seu exemplo nos próximos pleitos, é o que eu espero.

    1. Certamente Luiz. Todos os estados do nosso pais são importantes, pois fazem o POVO brasileiro. Por isso todos juntos pra defender nossa pátria destes sangue sugas.

    2. Mais respeito com o Acre Marilene, pois aproveitaram a onda de moralização imposta por Bosonaro e já começaram a despetizar seu estado, o que ainda muitos nem pensaram em fazer.

  2. Deus é bom demais. Esse Leo de Brito sempre foi um petista tipo Gleise e já vai tarde. Agora Jorge Viana sair não tem preço. Parabéns povo do Acre e parabéns Brasil , vamos nordeste nos ajude.

  3. Só a educação, o esclarecimento e o trabalho, poderão varrer de vez, o PT e Cia da política brasileira! Ainda levará tempo, para as instituições serem desaparelhadas doutrinação petista!

    1. A esquerda conseguiu salvar um ou outro parasita…Mas essa putinha de rodoviária da Gleise não tera holofotes nem microfones… Será até engrgaçado ve-la deteriorar lentamente…