Pulando o muro

O Estado de S. Paulo conta que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, recusou-se a abrir a porta de casa para a Polícia Federal. Os delegados foram obrigados a pular o muro.

Com ele, será sempre assim. Para pegar os mandantes do Petrolão, os investigadores terão de pular alguns muros, porque o tesoureiro do PT, ao contrário de outros envolvidos no escândalo, tem mais a ganhar com seu silêncio do que com suas denúncias.

Exatamente como seu predecessor, Delúbio Soares.

O tesoureiro do PT na delegacia da PF

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200