Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Punição de Adilson Barroso no Patriota é certa; falta definir a pena

"Sem dúvida, ele será punido. São muitas denúncias", disse uma das fontes do partido ouvidas por O Antagonista; filiação de Bolsonaro está distante
Punição de Adilson Barroso no Patriota é certa; falta definir a pena
Foto: Divulgação

A punição de Adilson Barroso pelo Patriota está garantida, segundo interlocutores do partido. O que falta, afirmam essas fontes sob condição de anonimato, é definir a pena que será aplicada.

“Sem dúvida, ele será punido. São muitas denúncias”, disse uma das fontes. A pena pode ir desde advertência até expulsão.

Adilson Barroso foi afastado do Patriota por uma ala dissidente do partido, após negociar a chegada da família Bolsonaro sem anuência de outros dirigentes da sigla.

Após a tentativa da família Bolsonaro de tomar o partido, o caso foi parar na polícia e na Justiça. Isso fez com que essa ala dissidente do Patriota convocasse convenção para afastar Barroso do cargo e levá-lo ao conselho de ética da legenda.

Ovasco Resende, então vice, foi eleito para substituir Adilson na presidência durante o julgamento do processo disciplinar.

A convenção que selou o afastamento fez com que Barroso enviasse a Ovasco um áudio com ameaças de denúncias à Polícia Federal e acusações de rachadinhas em gabinetes de políticos eleitos pelo partido.

Com essa confusão, a ida da família Bolsonaro para o partido ficou apenas na filiação de Flávio Bolsonaro (RJ). Recentemente, o senador sinalizou que as conversas tinham esfriado, ao anunciar que seu pai negocia filiação também com PP, PL e Republicanos.

Mais notícias
TOPO