Quadrilha do WhatsApp pode ter acessado informações sigilosas de ministros

Telegram

Em Crusoé, Filipe Coutinho conta que investigadores da PF levantam a suspeita, ainda inicial, de que a quadrilha especializada em clonar WhatsApp de autoridades tenha tido acesso a informações sigilosas.

Conforme publicamos mais cedo, a polícia deflagrou hoje uma operação chamada Swindle (“fraude”, em inglês), para prender acusados de pertencer ao bando.

Clique AQUI para ler a reportagem completa em Crusoé.

Comentários

  • INTERVENÇÃO -

    LADRÃO QUE ROUBA LADRÃO TEM 100 ANOS DE PERDÃO.

  • Fábio -

    Parece mais uma 'antecipação' de um escândalo que iria aparecer. Culpados serão os 'clonadores'.

  • Leonam -

    Espalhem as mensagens. A população agradece.

Ler 16 comentários