‘Quadrilhão do PMDB’: Cármen suspende sessão após voto de Fachin

Pelo avançar da hora e pela ausência justificada de alguns ministros, Cármen Lúcia, encerrou a sessão do STF, convocando os ministros para a última sessão do ano, na próxima terça-feira, a partir das 9h.

O julgamento sobre o desmembramento do ‘quadrilhão do PMDB’, portanto, foi suspenso após o voto do relator, Edson Fachin, que negou todos os recursos apresentados pelas defesas dos denunciados.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Eita avançar da hora disse:

    Se é "pelo avançar da hora", então pode, ministra Carminha.

Ler comentários
  1. adelio alves da silva disse:

    STF- SERVIÇO TEMPORÁRIO FORA DO AR, COMO DE COSTUME, SEMPRE ENTRA EM PANE NAS VOTAÇÕES , NUNCA TERMINA.

  2. jorge Pescador disse:

    Assim Carminha a humanidade.Se dependermos dos quelônios do STF.O Brasil está FORDido. O Brasil grita por modernidade.

  3. Mara disse:

    Se na terça o orangotango já estiver de volta dos EUA, vai fazer de tudo para convencer os outros urubus de que Loures e Geddel devem ser mantidos ali, e não em primeira instância. São bandidos da quadrilha dele.

  4. Osvaldo disse:

    Que isso, os votos dos Ministros são muito demorados. Tempo de sustentação oral do advogado é de 15 minutos, porque os Ministro tem o tempo que quer? Os Ministros tinha que ter somente 15 minutos, depois eles divulgam seus votos no site. Nenhum Ministro tem argumento e o poder de mudar o voto do outro, os votos já vem pronto. Assistir um julgamento do STF cansa... Será que os Mistro usam este voto longo em prol do seu voto?

  5. Paulo disse:

    Nunca decide , quando decide é pela metade a perder de VISTA!!

  6. Mara disse:

    Na verdade, bateu a hora da sopinha de Carminha. É sagrada.

  7. Natanael disse:

    Essa Carmita é um caso sério, vai ser ruim de serviço assim lá não sei aonde.