ACESSE

Quais estatais Guedes ainda acredita que pode privatizar

Telegram

Paulo Guedes disse ontem à imprensa que gostaria de privatizar ao menos quatro grandes estatais. Internamente, estabeleceu como estratégia concentrar esforços num grupo menor de empresas para poder “ter o que mostrar” até o fim do governo.

O Antagonista apurou que a prioridade é vender os Correios, a Eletrobras, a operação do Porto de Santos e fazer o IPO da Caixa Seguridade.

No caso da área de seguros da Caixa, o governo editou uma MP que permite a criação de subsidiárias privadas, permitindo a modelagem do IPO até o fim de setembro ou início de outubro.

Espera-se arrecadar até R$ 40 bilhões com o negócio. O problema é que mais de 50 entidades que representam servidores da Caixa se uniram para boicotar o negócio, recorrendo à Justiça e pressionando o Congresso.

No caso dos Correios, o BNDES fechou finalmente a contratação dos estudos para modelagem da venda e o governo está finalizando o projeto de lei que será enviado ao Congresso na semana que vem. Sindicatos também prometem barulho.

No caso da Eletrobras, o projeto de lei para permitir sua venda está pronto e foi remetido à Câmara, mas Rodrigo Maia até hoje não designou relator. O governo agora busca apoio de Davi Alcolumbre, para tentar iniciar a tramitação pelo Senado.

No caso do Porto de Santos, o BNDES ainda está fazendo os estudos.

 

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 40 comentários