Quanto pior para Dilma, melhor para o país

Dilma Rousseff se repete num discurso sem qualquer relevância.

Insiste em dizer que é alvo da campanha do “quanto pior, melhor”.

A petista está certa num ponto: quanto pior para ela, melhor para o Brasil.

6 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Que Cunha informe o Marco Aurélio Mello a respeito destes outros 10 pra ver se MAM cria vergonha na cara! A subserviência ao PT pelo favor concedido à filha lhe está saindo caro. Até que Cunha poderia abrir mais uns 3 processos de impeachment, só para constar nos livros da história nacional e mundial. Esculacharia o PT para sempre. Eles merecem!

  2. Tudo o que estamos a vivenciar é, lamentavelmente, normal na “República” “proclamada” em 15 de novembro de 1889 (que nada mais foi que a desforra pelo 13 de maio de 1888). Dica: “Guia Politicamente Incorreto dos Presidentes da República”, de Paulo Schmidt, editora Leya.