ACESSE

Quatro ex-presidentes do BNDES participaram de ato contra mudanças no FAT

Telegram

Quatro ex-presidentes do BNDES participaram de ato contra a mudança do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), prevista no relatório da reforma da Previdência.

Pio Boges (do governo de FHC), Luciano Coutinho (Lula e Dilma), Paulo Rabello de Castro e Dyogo Oliveira (Temer) integraram o grupo de servidores do banco que manifestaram contra a alteração.

A ideia de Samuel Moreira é destinar os recursos do FAT para pagar pensões e aposentadorias, e não o utilizar mais como fonte de financiamento.

“Não temos no mercado fontes adequadas com o perfil de operações de longo prazo. No caso do BNDES é mais grave, porque os recursos não vêm para o banco para gasto corrente, vêm para investimentos. Investimentos geram efeitos multiplicadores na economia”, disse Arthur Koblitz, vice-presidente da Associação dos Funcionários do BNDES ao jornal.

O problema do BNDES é o BNDES.

Por que as ameaças de Paulo Guedes abandonar o posto já não assustam tanto. Saiba mais

Comentários

  • Uirá -

    E ainda dizem que o PSDB é diferente do PT.

  • Uirá -

    E que tipo de efeito a corrupção patrocinada via investimentos gera na economia. Este pessoal deveria é estar preso.

  • Edelson -

    Pois é pessoal. Temos agora a frente do maior bco de fomento da América Latina, um presidente amigo do peito da família Bolsonaro, o Gustavo festeiro.

Ler 29 comentários