Que defesa? JEC?

De Cássio Cunha Lima, sobre o daqui para a frente:

“Ou a defesa (de Dilma) melhora os argumentos ou a condenação já está certa.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 38 comentários
  1. .. .. o nome dos responsáveis está gravado em bronze na placa de inauguração da ciclovia ..! ..

  2. “CODIGO CIVIL. Titulo III. Dos Atos Ilicitos. “Art. 186. Aquele que, por acao ou omissao voluntaria, negligencia ou imprudencia, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilicito”. Titulo IX – DA RESPONSABILIDADE CIVIL Capitulo I – Da Obrigacao de Indenizar Art. 927. Aquele que, por ato ilicito (arts.186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repara-lo”. C/c Paragrafo unico.

  3. Não . . não é homicídio doloso . . é GENOCÍDIO . . . somam-se a estas duas execuções outras milhares anteriores que tem em seus iter criminis os mesmos autores, contumazes . . . a CRFB 88 parte já para sua segunda geração de vitimas . . a tal constituição cidadã na qual o desparecido ateu pede a proteção de Deus no preambulo mas empurra um estado laico em seus fundamentos . . .BRESIL 516 ANOS DE BARBÁRIES. . . repito só ministério das riquezas e não se esqueçam das humanas . . sucessivamente executadas . . .

  4. “CODIGO CIVIL. Titulo II. Das Pessoas Juridicas. (…) Art. 40. As pessoas juridicas sao de direito publico, interno (…) e (…) privado. Art. 41. Sao pessoas juridicas de direito publico interno: I- a Uniao; II- os Estados, o Distrito Federal (…); III- os Municipios; (…) (…) Art. 43. As pessoas juridicas de direito publico interno sao civilmente responsaveis por atos dos seus agentes que nessa qualidade, causem danos a terceiros (…)” responsaveis por atos dos seus agentes que nessa qualidade, causem danos a terceiros,

  5. “CODIGO PENAL. Parte Geral. Titulo II. Do Crime. Art. 18. Diz-se o crime: I – doloso, quando o agente quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo; II – culposo (…) ” C/c Paragrafo unico. Titulo VIII – Dos Crimes Contra A Incolumidade Publica (…) Dos Crimes de Perigo Comum “Art. 256. Causar desabamento ou desmoronamento, expondo a perigo a vida, a integridade fisica (…): Pena _ reclusao, de 1(um) a 4(quatro) anos, e multa”. C/c Paragrafo unico. * Vide tambem Lei de Contravencoes Penais – art. 29.

  6. Inclusive, uma questão: caso tenha sido a mesma empresa que executou/gerenciou/fiscalizou a obra (como noticiado) – quem validou os quantitativos de serviços para pagamento? Será que a ciclovia, além de assassina, foi superfaturada?

  7. Pode causar estranheza, mas é o mais usual uma estrutura suspensa do tipo ponte/viaduto ser composta por tabuleiro apoiado em pilares. O problema foi não se ter considerado em nenhum momento o efeito das ondas no tabuleiro. Sendo a ressaca algo comum no Rio, deveria ter sido considerada já na fase de estudos de viabilidade. Ao meu ver, a primeira falha foi se contratar a mesma empresa para projetar/validar o projeto, executar/fiscalizar a obra – o que foi noticiado. Fiscalização independente é primordial para se apontar falhas ou desvios e verificar soluções técnicas mais adequadas.

  8. Apoiar a estrutura horizontal sobre os pilares é o padrão nesse tipo de construção que recebe apenas carga vertical descendente. Não tem nada de anormal. A grande barbeiragem lá, ná verdade, foi não terem previsto eventual força ascendente causada por ondas anomalamente grandes (ressaca), isso sim um absurdo do consórcio construtor, que tem a obrigação de analizar os fatores ambientais quando do preparo do projeto executivo.

  9. Delfim Sobreira: E mais: as placas podem ser presas sim, é só vc deixar um grau de liberdade para compensar o movimento relativo, seja em função de vibrações ou dilatação térmica. No caso, esse grau de liberdade permitiria o deslizamento da placa em relação ao pilar em uma única direção em um comprimento determinado. Coisas que se aprendem no curso de engenharia civil a partir do segundo ano de faculdade, em geral na matéria RM-1.

  10. Delfim Sobreira: compare a massa das placas da ponte Rio-Niterói com a massa das placas da ciclovia, além da altura que uma e outra estão da superfície marítima. A análise e o gerenciamento de riscos levam em conta as condições em que uma e outra operam, de forma a estabelecer parâmetros diferenciados de projeto e construção com o intuito de torná-las ambas seguras aos fins a que se propõem.

  11. O que essas empreiteiras, mancomunadas com os governos, menos fazem é análise e gerenciamento de riscos. Não fazem nem do projeto nem da realização do projeto que é a construção civil. Há no país excelentes cursos de pós-graduação na modalidade especialização em Gestão de Projetos (Project Management), em que destaco em SP os oferecidos pela FGV e pela Fundação Vanzolini, calcados na metodologia PMBoK. A considerar os desastres das obras civis (viaduto em BH em 2014, ciclovia no Rio agora), bem como os aditivos em contratos dessas obras, as empreiteiras não têm ideia do que seja PMBoK.

  12. O fato de estar apoiada ou não não é o maior erro do projeto, e sim o fato de não haver contenção das ondas, mesmo que a estrutura se mantivesse intacta, a tragédia teria sido a mesma, as pessoas que estivessem sobre a passarela naquele momento teriam sido arrastadas pela onda.

  13. Tb contratam qq merdaaa que aparece na licitaçãoo desde que uma parte da negociação volte pro licitanteee pra manter ele no poder.. é assim que o brasil andaaa tudo a base da vagabundagem a custas da vida das pessoas….vvergonhaaaa punição jáaa

  14. Todo engenheiro sabe, especialmente os engenheiros cariocas, que é normal que os bueiros explodam no meio da rua, isso acontece em todo lugar do mundo. Também é normal que prédios caiam de maduros a qualquer hora do dia ou da noite, isso também acontece em todo lugar do mundo. Além do que, ciclovias que desabam são rotina no mundo inteiro, a engenheira brasileira apenas segue o padrão internacional. No fim, é tudo uma infeliz fatalidade e ninguém pode ser responsabilizado por atos de Deus…

  15. Alex, o agravante é que a decisão sobre o filho da Cissa Guimarães ocorre num momento em que há a expectativa imensa de mudança na má conduta das autoridades, que deveriam servir de modelo para a sociedade. E, a julgar pelo jogo de empurra, o caso da ciclovia também vai pedalar na direção do desserviço à comunidade.

  16. Também tem gente que perdeu o emprego por causa da corrupção e pedaladas do governo, ficaram doentes, outros sofreram acidentes, outros cometeram até suicidio. Isso também é crime doloso. E agora José? Vai ter cadeia, tornozeleira, ou “não vai ter golpe”?

  17. Elas era o que se chama na resistencia dos materiais de SIMPLESMENTE APOIADAS. O erro foi ignorar os efeitos de flutuação devido aos efeitos hidraulicos.

  18. Calma. Todo engenheiro sabe que as placas de uma ponte ou viaduto não são presas, pois precisam de flexibilidade frente a vibrações. Quem passa pela ponte Rio-Niterói vê as juntas entre as placas. Não, as placas da ponte não são presas, e a ponte tem mais de 40 anos e vai bem obrigado. O erro do projeto foi desprezar as ressacas, mas qualquer que fossem as mudanças do projeto as placas não poderiam ser presas.

  19. Vamos comemorar a prisão do Eduardo Paes! Ele não vai ter tempo de dar aulas de rapinagem em Havard!

  20. Se apontarem uma estrutura que não seja apoiada em pilares, podemos começar a conversa. Caso contrário, consultem quem tenha alguma noção do assunto antes de escreverem barbaridades.

  21. Não é preciso ser engenheiro, bastando que não seja idiota, para perceber que faltou apenas um parafuso que unisse a ciclovia aos pilares de sustentação, a não ser que neste caso, a força da ressaca, arrancasse a ciclovia com pilares e tudo.

  22. Lembrem-se do viaduto que caiu em BH na época da Copa? Matou a motorista do ônibus e até agora não deu em nada. Ah! O viaduto não faz falta. Ele ligava nada ao nada.

  23. Não depende somente do povo. Se bem que o povo do Rio de Janeiro seja por demais.O MP e judiciário do Rio nunca se acovardaram. Vamos ver se vão se acovardar agora.

  24. No Rio não se dá valor a vida das pessoas…isso vai acabar como acabou o caso do filho da Cissa Guimarães. HOJE, condenaram o assassino do filho dela a prestação de serviços comunitários. Vejam…o cara invadiu uma pista interditada para lazer com o intuito de fazer racha e matou o rapaz que andava de skate e foi condenado a prestar serviços comunitários!! O pai do assassino ainda tentou subornar os policiais e foi igualmente agraciado com serviços comunitários!

  25. não quero gozaar com a cara do povo carioca, ainda mais numa hora de horror destas. Mas O prefeito exsperto, malandro, maneiro de vcs ainda vai envergonhar vcs que votarão nele, muito mais. Mettam um impeachment no ra-bo dele. Já passou da hora. Cobrem firme pelos seus mortos!

  26. Para de falar bobagem. Nunca houve onda ali acima da gruta. Os caras tinham que adivinhar? MAM

  27. Noticia de Andreia sadi Para Delcidio, Dilma pressionou Renan a acelerar votação que decide cassação do seu mandato p/que ele ñ participe da votação do impeachment

Os comentários para essa notícia foram encerrados.