ACESSE

Queda na rejeição a Bolsonaro foi maior entre pobres, nordestinos e mulheres

Telegram

O Globo analisou a queda na rejeição de Jair Bolsonaro registrada no último Ibope –de 43% para 35% em oito dias– e constatou que ela foi puxada principalmente por quatro segmentos da população.

Entre as pessoas com renda familiar de até um salário mínimo, a rejeição a Bolsonaro recuou 13 pontos percentuais.

Entre os nordestinos e as pessoas que estudaram até o ensino médio, a queda foi de 12 pontos. E, entre as mulheres ouvidas pelo Ibope, a recusa em votar no presidenciável do PSL caiu 10 pontos.

Quantas histórias já esconderam de você nesta eleição? Nós vamos revelá-las AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 61 comentários