Queiroga defende reforma do SUS e critica reajuste de planos de saúde

Queiroga defende reforma do SUS e critica reajuste de planos de saúde
Foto: Marcos Corrêa/PR

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu, nesta segunda-feira (03), em evento na Fiesp, na capital paulista, uma reforma do SUS. 

“O Sistema Único de Saúde é um patrimônio de todos os brasileiros, devemos fortalecê-lo, não só na assistência especializada à saúde, mas sobretudo na atenção primária.”

O titular da Saúde destacou, no entanto, que as mudanças no Sistema Único de Saúde, como ações para tornar o uso de verbas mais eficiente, dependem de um ambiente político favorável.

Queiroga também criticou os reajustes de planos de saúde.

Não é função do Ministério da Saúde intervir em política de preço, deixo bem claro aqui para não dizerem que estou querendo controlar preço da saúde suplementar, não quero e não é minha função, mas também não podemos achar que é normal determinadas seguradoras num contexto pandêmico querendo reajustar plano de saúde em 30%.”

 

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO