Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Queiroga diz que intervalo entre doses da Pfizer deve ser reduzido para 21 dias

Um estudo preliminar divulgado na semana passada indica que o intervalo ideal é de oito semanas entre as aplicações
Queiroga diz que intervalo entre doses da Pfizer deve ser reduzido para 21 dias
Foto: Myke Sena/MS

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse à Folha nesta segunda-feira (26) que émuito provável” que a pasta anuncie a redução do intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina da Pfizer para 21 dias.

Hoje, é necessário esperar três meses entre as aplicações.

Um estudo preliminar britânico divulgado na semana passada aponta que o ideal seria um intervalo de oito semanas.

O prazo de 21 dias é o previsto na bula da vacina da Pfizer, mas o Ministério da Saúde decidiu, no passado, ampliá-lo para três meses para conseguir imunizar mais rápido um maior número de pessoas com a primeira dose.

“Naquele momento, não tínhamos certeza da quantidade de doses de Pfizer que receberíamos neste ano e optamos por ampliar o número de vacinados com a primeira dose. Mas agora temos segurança nas entregas e dependemos apenas da finalização do estudo da logística de distribuição interna dos imunizantes para bater o martelo sobre a redução do intervalo da Pfizer para 21 dias.”

Queiroga afirmou, no entanto, que a decisão final caberá aos técnicos do PNI.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO