Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Queiroga nega ter revogado nomeação de médica por ela ser pró-cloroquina

Mara Regina Cordeiro Pezzino havia sido escolhida para comandar o Hospital Federal de Ipanema, mas o ministro voltou atrás
Queiroga nega ter revogado nomeação de médica por ela ser pró-cloroquina
Foto: Myke Sena/MS

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, negou nesta quarta-feira (21) que a decisão de revogar a nomeação da médica Mara Regina Cordeiro Pezzino para a diretoria-geral do Hospital Federal de Ipanema, no Rio de Janeiro, tenha sido motivada por seus posicionamentos sobre o tratamento precoce.

A nomeação havia sido publicada no Diário Oficial da União, mas foi revogada nesta quarta-feira (21).

Em entrevista coletiva, Queiroga disse que, antes da nomeação, vai fazer uma análise sobre os hospitais do Rio.

Óbvio que não [foi por causa da cloroquina]. Inclusive, ela estava indicada para o hospital de Ipanema e não quer dizer que eu não possa colocá-la lá. Eu apenas vou fazer uma análise global dos hospitais do Rio de Janeiro.”

Além de defender o tratamento precoce, a médica bolsonarista também colocou em xeque o efeito de vacinas aplicadas no país, o uso de máscaras e as estatísticas oficiais de mortos na pandemia.

Mais notícias
TOPO